Após afastamento de seis meses por importunação sexual, Fernando Cury deve retornar à Alesp

Postado em 7 de outubro de 2021

Após o fim do afastamento de seis meses do deputado Fernando Cury por importunação sexual contra a deputada Isa Penna, o parlamentar deve retornar às atividades na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp). Nesta quarta-feira, 7, aconteceu a primeira sessão da Casa em que Cury poderia participar. Porém, ele não compareceu. Isa Penna afirma que o clima ainda é tenso entre os parlamentares a respeito do caso e reconhece que ela mesma tem receio de como será reencontrar o colega. A convivência nossa no plenário já vai ser difícil. Como vou estar lá, ele vai estar e vou ter que olhar para a cara dele”, disse. Desde o dia 14 de abril, a Justiça tenta notificar Fernando Cury da denúncia do Ministério Público pelo crime de importunação sexual. O deputado ainda não é réu, ele precisa apresentar defesa antes do Tribunal de Justiça para definir se aceita a denúncia. Para Isa Penna, o parlamentar será condenado.

“Uma vez condenado, acredito que a Assembleia Legislativa vai ter que reavaliar, porque se ele é condenado na Justiça Criminal, em tese, seria escandaloso ele permanecer como deputado, como se a violência sexual não fosse um crime tão grave quanto os outros”, pontuou. O caso aconteceu em dezembro do ano passado. Imagens da sessão mostram o momento em que Cury apalpa o corpo da colega. Após o caso, ele foi penalizado com a perda temporária do mandato. Segundo a deputada, o rumo que o caso tomou tem sido importante para avançar na discussão sobre assédio sexual no Brasil. “A gente viu que foi um efeito cascata e aí tem mulheres denunciando. A gente tá só vendo a semente de uma mobilização muito maior que virá nos próximos anos, que é contra as formas de dominação da mulher, em especial a violência sexual”, disse. Recentemente, Fernando Cury reconheceu que o ato foi inapropriado, mas que não foi crime pois não houve intenção de contato sexual.

*Com informações da repórter Carolina Abelin

Fonte do artigo:

Política – Jovem Pan

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 7 de outubro de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Aviso Legal

A COJAE acredita que a propagação de informações relevantes e responsáveis pode ajudar a sociedade. Por isso, mobilizou sua equipe editorial em prol de confrontar as diferentes visões a respeito dos mais variados assuntos, a fim de difundir somente informações que acredita serem baseadas em fatos.
Os conteúdos aqui ora publicados estão livres do alarmismo, sensacionalismo e interesse político-ideológico amplamente divulgado pelas grandes mídias, incluindo canais de televisão e gigantes redes sociais que manipulam infielmente os dados.

Explore Seus Tópicos Favoritos

Leia mais artigos publicados em nosso blog navegando pelas categorias abaixo. Clique aqui para acessar nosso blog.

Notícias
Direito
Judiciário
Ética
Arbitragem
Editorial
Ideologia
Justiça Federal
Teologia
Todas as Categorias

Selecionadas do editorial

Artigo: A PEC dos Precatórios

Um dos temas de maior repercussão recente na mídia é a Proposta de Emenda Constitucional nº 23/2021, que propõe alterações no regime constitucional de pagamento de precatórios. Confira aqui o artigo...

Artigos Relacionados

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *