Bolsonaro diz que foi obrigado a vetar projeto para distribuição de absorventes

Postado em 8 de outubro de 2021

Diante das críticas de parte do Congresso, sobretudo da bancada feminina, o presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira, 7, que foi obrigado a vetar o projeto de lei que garantia a distribuição gratuita de absorventes para mulheres de baixa renda em função de um possível crime de responsabilidade. Na justificativa para o veto, Bolsonaro argumentou, entre outros motivos, que o texto aprovado não previa fonte de custeio para as medidas. “Quando qualquer projeto cria despesa, o parlamentar sabe que tem que apresentar a fonte de custeio. Quando não apresenta, se eu sanciono, eu estou em curso no artigo 85 na Constituição, é crime de responsabilidade. Agora isso é feito proposital para desgastar. Cria uma onda terrível no Brasil”, justificou.

Segundo o presidente, os custos previstos na proposta de autoria de um grupo de parlamentares do PT estavam distorcidos. “Ele disse no projeto que custaria pra nós R$ 0,01 cada absorvente. E eu pergunto: e a logística pra distribuir para o Brasil todo? Eu não tenho alternativa. Eu sou obrigado a vetar”, acrescentou. Agora, deputadas e senadoras se articulam para derrubar o veto. A deputada Celina Leão, coordenadora da bancada feminina da Câmara, ressaltou que o texto trazia a fonte de recursos e tinham abre aspas “impacto financeiro mínimo” fecha aspas. “De acordo com o estudo ‘Pobreza Menstrual no Brasil’, 713 mil meninas vivem sem acesso a banheiro ou a chuveiro em seu domicílio. E 4 milhões delas não têm acesso mínimos de cuidados menstruais nas escolas. Elas deixam de ir a escola porque estão no período menstrual”, explicou a parlamentar. Não há previsão de quando o veto será analisado.

*Com informações da repórter Karla Sanchez

Fonte do artigo:

Política – Jovem Pan

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 8 de outubro de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Aviso Legal

A COJAE acredita que a propagação de informações relevantes e responsáveis pode ajudar a sociedade. Por isso, mobilizou sua equipe editorial em prol de confrontar as diferentes visões a respeito dos mais variados assuntos, a fim de difundir somente informações que acredita serem baseadas em fatos.
Os conteúdos aqui ora publicados estão livres do alarmismo, sensacionalismo e interesse político-ideológico amplamente divulgado pelas grandes mídias, incluindo canais de televisão e gigantes redes sociais que manipulam infielmente os dados.

Explore Seus Tópicos Favoritos

Leia mais artigos publicados em nosso blog navegando pelas categorias abaixo. Clique aqui para acessar nosso blog.

Notícias
Direito
Judiciário
Ética
Arbitragem
Editorial
Ideologia
Justiça Federal
Teologia
Todas as Categorias

Selecionadas do editorial

Artigo: A PEC dos Precatórios

Um dos temas de maior repercussão recente na mídia é a Proposta de Emenda Constitucional nº 23/2021, que propõe alterações no regime constitucional de pagamento de precatórios. Confira aqui o artigo...

Artigos Relacionados

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *