PEC dos Precatórios é parcialmente promulgada após discussão no Congresso

Postado em 8 de dezembro de 2021

Partes da PEC dos Precatórios foram promulgadas em sessão do Congresso nesta quarta-feira, 8. A previsão era consolidar o acordo feito entre os líderes do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), e da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), para promulgar as partes em comum dos textos das duas Casas. No entanto, a sessão foi marcada por discussões entre os parlamentares e acusações de quebra do acordo por parte de Pacheco. A senadora Simone Tebet (MDB-MS) citou o artigo nº4, que prevê a vinculação do espaço fiscal ao gasto com programas sociais e programas de vacinação, e apontou que o artigo não receberia esta redação caso a proposta fosse promulgada como estava; o apontamento foi apoiado pelo senador Álvaro Dias (Podemos-PR). Pacheco e Lira confirmaram que o tema será analisado pela Câmara dos Deputados na próxima terça-feira, 14, e a PEC foi promulgada sem a inclusão deste trecho.

No bate-boca, Tebet acusou Pacheco de não ter cumprido um acordo público firmado com líderes do Senado e citou a aprovação da PEC na Casa. “Eu lamento muito vossa excelência não cumprir o acordo que nós fizemos em público para garantir o voto. Esta PEC não passaria e depois na reunião de líderes, nós autorizamos vossa excelência a promulgar o que era coincidente desde que jamais deixasse solto a vinculação à seguridade social.”, afirmou Tebet. Pacheco rebateu as falas da senadora e pré-candidata à presidência da República. “Primeiro que eu não fiz acordo nenhum com vossa excelência de não promulgar a parte comum, a senhora vai me desculpar. Nós temos que ter honestidade intelectual e eu vou pedir as notas taquigráficas, as imagens, a palavra de vossa excelência na tribuna. Eu não fiz nenhum acordo com você nesse sentido. Eu não sei qual a intenção de vossa excelência com essa polêmica toda. A minha intenção é resolver o Auxílio Brasil. Não descumpri acordo algum”, afirmou o presidente do Senado.

A PEC dos Precatórios completa abre espaço de estimados R$ 106,6 bilhões no orçamento de 2022, o que permite ao governo custear um novo programa social, o Auxílio Brasil. Dois mecanismos são usados para tal: um limite anual de R$ 50 bilhões no pagamento de precatórios, que são dívidas do governo federal que já não têm mais recurso na Justiça, e uma mudança no cálculo da inflação usada para limitar o teto de gastos, que passaria a ser contabilizada de janeiro a dezembro e não mais no acumulado de 12 meses até junho do ano anterior.

Fonte do artigo:

Política – Jovem Pan

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 8 de dezembro de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Aviso Legal

A COJAE acredita que a propagação de informações relevantes e responsáveis pode ajudar a sociedade. Por isso, mobilizou sua equipe editorial em prol de confrontar as diferentes visões a respeito dos mais variados assuntos, a fim de difundir somente informações que acredita serem baseadas em fatos.
Os conteúdos aqui ora publicados estão livres do alarmismo, sensacionalismo e interesse político-ideológico amplamente divulgado pelas grandes mídias, incluindo canais de televisão e gigantes redes sociais que manipulam infielmente os dados.

Trechos extraídos ou texto replicado na íntegra do site abaixo.
Autoria do texto: Jovem Pan.
Data de Publicação: 8 de dezembro de 2021.
Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Publicações Relacionadas

Explore Seus Tópicos Favoritos

Leia mais artigos publicados em nosso blog navegando pelas categorias abaixo. Clique aqui para acessar nosso blog.

Notícias
Direito
Judiciário
Ética
Arbitragem
Editorial
Ideologia
Justiça Federal
Teologia
Todas as Categorias

Selecionadas do editorial

Deltan Dallagnol se filia nesta sexta-feira ao Podemos

Nesta sexta-feira, 10, acontece o evento de filiação do ex-coordenador da Lava Jato Deltan Dallagnol ao Podemos. Entre outros políticos, o evento contará com a presença do ex-juiz e pré-candidato à...

Artigos Relacionados

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.